WHY Helpper - conheça a nossa metodologia de desenvolvimento contínuo

1 de out de 2021

I

WHY Helpper: conheça a nossa metodologia de desenvolvimento contínuo

Faz parte da nossa cultura ensinar e aprender, entenda como aplicamos isso diariamente!

A Helpper nasceu com o programa de formação, entendemos que a tecnologia é uma ferramenta para transformação de vidas e que as pessoas precisam ser protagonistas da sua própria história.

“(…) a minha vida e a de muita gente que passou, ou está na Helpper, foi ou está sendo mudada pela tecnologia” Fernanda de Castro, CMO e co-founder Helpper

Por isso, o WHY Helpper entrega ferramentas para que as pessoas tomem controle de suas narrativas e as transformem como acreditarem que seja melhor! A Tecnologia dá esse poder, a capacidade de mudar a realidade de gerações.

Nominamos essa metodologia baseada nos estudos relacionados ao pensamento crítico e científico da lógica de programação e no porquê das coisas, assim transformamos em um sistema o nosso jeito de aprender e ensinar.

Estamos a 13 anos atuando na formação de pessoas com a nossa metodologia de ensino, agora compartilhamos com o mundo como fazemos as coisas aqui! Boa leitura :)

Mais que uma fábrica de software, somos uma fábrica de talentos.

“Se não formarmos profissionais de tecnologia, teremos um problema grave dentro de cinco anos. Com a aceleração do Brasil sendo mais digital, o País não vai crescer” Rodrigo Dantas, fundador da Vindi.

Um grande problema no mercado de tecnologia é, justamente, a busca e retenção de talentos qualificados, leia mais sobre o assunto aqui. Esse desafio vem desde o começo da internet no Brasil e foi agravado com a aceleração da transformação digital.

Nascemos com a vontade de resolver essa lacuna da área! Para tanto, temos tradição em desenvolver talentos. Em meio a uma cultura ágil e voltada para pessoas, é urgente que seja incentivado o senso crítico e que, ao aprender, se entenda o propósito contido nos conteúdos.

WHY Helpper: não saber, é o primeiro passo para aprender.

O WHY Helpper padroniza e sistematiza o que já fazíamos há muito tempo: aprender as coisas entendendo os porquês antes de compreender o resultado, ou seja, aprendemos matemática entendendo que o Pi resulta da divisão do perímetro pelo diâmetro de um círculo (π = perímetro / diâmetro) e não decorando vale 3,14159.

Para isso, precisamos ser curiosos e questionadores, afinal, queremos entender o motivo das coisas serem como são! Conhecimento superficial ou incompleto não é algo que satisfaz um Helpper.

Líderes como mentores

Um líder é aquele que direciona, enquanto o mentor é quem encoraja as pessoas a gerenciarem o seu próprio aprendizado. Acreditamos que líderes devem ser mentores, ou seja, pessoas que auxiliam e facilitam a jornada profissional de outras.

Isso faz com que cada um seja responsável pelo seu próprio aprendizado e escreva a sua história da forma que julgar melhor: as pessoas são protagonistas de suas vidas!

Mesmo que alguém tente escrever a história de outra pessoa, isso não é sustentável a longo prazo e pouco saudável. Queremos construir alicerces fortes e uma base concreta para que cada Helpper’s seja o melhor profissional possível!

Como o WHY Helpper funciona:

A pessoa em treinamento recebe um conteúdo de leitura e uma lista de exercícios, realiza as atividades propostas e entrega para o seu líder-mentor, que vai corrigir e devolver um feedback daquilo, com a intenção de direcionar a pessoa para melhores resultados.

O programa é quebrado em pequenas lições assimiláveis e recheado de feedback a cada etapa concluída, podendo realizar repetições quantas vezes forem necessárias para assimilar o conteúdo.

O aprendizado é construído desse jeito:

  • Incentivo a prática: pequenas lições em partes assimiláveis, seguidas de feedbacks assertivos que direcionam para melhores resultados;

  • Todo mundo compartilha conhecimento;

  • Cursos, workshops, talks e outros tipos de conteúdo que agreguem valor real ao desenvolvimento das pessoas.

Níveis Essenciais de Desenvolvimento

Abraham H. Maslow, psicólogo norte-americano, desenvolveu a teoria da Pirâmide de Maslow ou Hierarquia das Necessidades, que organiza as condições necessárias para que cada pessoa atinja a sua satisfação pessoal e profissional.

Maslow propõe alguns fatores de satisfação humana e divide-os em cinco níveis dispostos em forma de pirâmide, em que a base demonstra as necessidades mais básicas, enquanto o topo determina as mais específicas.

Como isso funciona em um contexto de pessoas desenvolvedoras evoluindo de níveis mais baixos até mais altos? Será mesmo que isso só é condicionado ao tempo de experiência?

Pensando nisso, criamos os Níveis Essenciais de Desenvolvimento, ou seja, habilidades que uma pessoa desenvolvedora deve ter para a construção de sua senioridade, desfocalizando a questão de tempo na área e destacando as skills. Observe:

Como na pirâmide de Maslow, à medida que um nível é alcançado, o próximo torna-se dominante, ou seja, quando você consegue, por exemplo, escrever códigos que funcionam os seguintes esforços devem ser direcionados para prever erros, entenda mais sobre cada nível:

  • Escrever códigos que funcionam: é básico, mas importante, empresas contratam desenvolvedores para escrever códigos, portanto, é essencial que eles funcionem!

  • Prever erros, antes que eles se tornem problemas: ter uma mentalidade orientada a testes, quer dizer pensar em todos os cenários possíveis e escrever códigos que previnem todos os contextos;

  • Ter assertividade em estimar prazos e fazer entregas: o ponto principal aqui é o autoconhecimento, pois, quando você consegue entender as suas limitações e capacidades, percebe quanto tempo leva para cada tarefa e determina prazos possíveis e os cumpre;

  • Escrever códigos que outras pessoas consigam entendam facilmente: “Qualquer tolo consegue escrever código que um computador entenda. Bons programadores escrevem código que humanos possam entender.” Martin Fowler;

  • Compartilha conhecimento e treina outras pessoas: O supra sumo de uma pessoa desenvolvedora é sua capacidade de treinar outros, compartilhar conhecimento é uma forma de manter-se imortal.

Treinamento tem que ser contínuo!

Fato é: a tecnologia está sempre evoluindo, então, porque os programas de treinamento geralmente tem data para acabar? Para a equipe entender a importância de estar em constante evolução, as empresas precisam dar ferramentas para isso acontecer.

“Se as empresas souberem o quanto um treinamento contínuo pode resolver seus problemas, iriam parar de procurar desesperadamente por desenvolvedores” Henrique de Castro, CEO Helpper

Não adianta aplicar o “faça o que eu digo, não o que eu falo”, uma cultura fortificada é reflexo dos valores e ações de uma empresa, enquanto pessoas só se engajam com lugares que vivam aquilo que pregam.

Tornamos a tecnologia mais acessível!

A nossa maior missão é tornar a tecnologia mais acessível, acreditamos que compartilhar o conhecimento também é uma estratégia para isso.

Aqui na Helpper faz parte da nossa cultura ensinar e aprender. E ai, quer trabalhar em um time assim? Veja nossas vagas!

Tecnologia, Inovação, Carreira e Cultura
O AUTOR
Time de Marketing

O marketing da Helpper é apaixonado por tecnologia e inovação! Tem como responsabilidade trazer as informações e conteúdos mais relevantes do mercado para os leitores!